Precisando de emprego? Abrir um negócio pode te ajudar

A busca por um emprego costuma ser um processo trabalhoso, que exige a tomada de atitude por parte de quem procura. Cadastrar-se em empresas de recolocação e banco de currículos, candidatar-se às vagas disponíveis em sites de empregos e acionar a rede de relacionamentos a procura de oportunidades são as etapas básicas que precisam ser enfrentadas por quem busca uma recolocação.

Depois de cumprir esse ritual, só resta ao candidato esperar ser chamado para uma entrevista.Mas o que fazer para ir além e ter algo a oferecer além de um currículo munido de experiências?

Ter um negócio a apresentar (produto ou serviço) pode ser um diferencial, permitindo que quem está procurando emprego proponha o agendamento de conversas sem a paciente espera de receber um convite para ser ouvido.

Mas atenção! Ao usar essa estratégia para o processo de recolocação, é fundamental que o negócio proposto tenha relação com sua área de atuação. Dessa forma, você poderá conhecer pessoas importantes e influentes que podem dispor da oportunidade que você está buscando.

Por exemplo: você é jornalista e procura por uma posição nesta área. Já percorreu todos os caminhos possíveis, mas não foi chamado para entrevistas ou processos seletivos. Enquanto espera, que tal colocar no papel uma proposta de consultoria em comunicação e começar a oferecer esse serviço para empresas? Pode ser que naquele momento a empresa não necessite de um profissional nesta área, mas, certamente, lembrará de você quando surgir uma oportunidade.

Mas preciso abrir uma empresa para formalizar meu negócio? Não necessariamente. Você pode se tornar um Microempreendedor Individual (MEI), uma forma bem simples de viabilizar a prestação de serviços enquanto não estiver empregado.

Saiba mais sobre o MEI no meu texto:

MEI e terceirização: novas formas de contratação incentivam o empreendedorismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×
Chat via WhatsApp